sexta-feira, 15 de abril de 2011

Religião e Espiritualidade

AS DIFERENÇAS ENTRE RELIGIÃO E ESPIRITUALIDADE

(Texto sem autoria, adaptado da Internet e refundido por Zorieu Qyruama)



A religião não é apenas uma, são centenas;
A espiritualidade é apenas uma e deveria ser a essência de todas.

A religião é para os que estão adormecidos ou acomodados;
A espiritualidade é para os que estão despertos.

A religião é para os que necessitam que alguém lhes diga o que fazer, pois querem ser guiados;
A espiritualidade é para aqueles que prestam atenção à sua Voz Interior.

A religião tem um conjunto de regras dogmáticas;
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo e a questionar toda obscuridade.

A religião ameaça e amedronta;
A espiritualidade te dá Paz Interior.

A religião fala de pecado, de culpa e castigo;
A espiritualidade te diz: "aprende com teus erros".

A religião reprime tudo, e te faz hipócrita;
A espiritualidade transcende tudo, e te faz verdadeiro!

A religião é uma interpretação particularizada; não é Deus;
A espiritualidade é a essência de toda religião e, portanto, é divina.

A religião imagina ou inventa para justificar posições e interesses;
A espiritualidade descobre a verdade pela busca desinteressada.

A religião não indaga nem questiona; simplesmente aceita;
A espiritualidade questiona tudo, pois não aceita o que a lógica rejeita.

A religião é humana, é uma organização com regras;
A espiritualidade é Divina, e não tem regras.

A religião é causa de divisões;
A espiritualidade é motivo de União.

A religião busca o homem para aprisioná-lo numa crença;
A espiritualidade, o homem é que a busca para libertar-se das crenças.

A religião segue os preceitos de um livro sagrado;
A espiritualidade busca o sagrado em todos os livros.

A religião se alimenta do medo;
A espiritualidade se alimenta da Certeza e da Fé.

A religião faz viver no pensamento;
A espiritualidade faz viver na Consciência.

A religião se ocupa com o ter e o fazer;
A espiritualidade se ocupa com o Ser e o crescer

A religião alimenta o ego e a vaidade;
A espiritualidade nos leva à transcendência.

A religião leva muitos a renunciar ao mundo;
A espiritualidade nos faz viver em Deus, sem qualquer renúncia.

A religião sonha com a glória e o paraíso;
A espiritualidade nos faz viver a glória e o paraíso aqui e agora.

A religião é adoração;
A espiritualidade é meditação.

A religião vive no passado e no futuro;
A espiritualidade vive no presente.

A religião enclausura nossa memória;
A espiritualidade liberta nossa Consciência.

A religião acredita na vida eterna;
A espiritualidade nos faz conscientes da eternidade da Vida.

A religião promete para depois da morte;
A espiritualidade vive Deus em Nosso Interior durante a vida.

A religião é insegura: teme a Divindade, o diabo e o inferno;
A espiritualidade nada teme: ama e respeita a Deus e a todas as suas criaturas.

A religião é romântica: crê em destinação e mistérios insondáveis;
A espiritualidade demonstra a universalidade evolutiva e constante de todos os seres.

A religião cultiva a ignorância em nome da exclusiva fidelidade a textos;
A Espiritualidade promove a sabedoria, pelo amor à liberdade de pensamento.

A religião cria no homem a expectativa egoísta de bens e valores;
A Espiritualidade, por princípio, inspira no homem a superação da matéria.

A religião transforma Deus em servidor dos homens;
A espiritualidade faz do homem um servidor do Cosmo.

A religião induz à dependência cega, sem responsabilidade;
A espiritualidade torna o homem responsável e independente.

A religião cobra dízimos e deveres a favor de seus ministros;
A espiritualidade renuncia a bens para servir ao próximo.

A religião desperta a competição e a presunção de ser a única verdadeira;
A espiritualidade demonstra a relatividade e a desimportância de todas elas.

A religião estabelece uma separação dos homens em “salvos” e “pecadores”;
A espiritualidade prova que a incessante evolução é inerente a todos os seres.


Tudo isso porque: as religiões laboram sobre conceitos e interpretações humanas;
A espiritualidade se fundamenta sobre verdades da Vida e da Natureza, constatáveis e incontestáveis,suprajacentes a todas e quaisquer crenças, em todos os tempos da humanidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário